Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e personalizar conteúdo de seu interesse. Não rastreamos suas atividades on-line em sites de terceiros ou outros serviços on-line. Monitoramos suas atividades em nosso Site e Portal do Cooperado apenas durante o tempo em que você estiver conectado. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com o tal monitoramento. Em caso de dúvidas ou mais informações veja nossa Política de privacidade.

Por: Cooperativa Integrada

Seg, 18 jan 2021

A hora é do Trigo

As cultivares de trigo disponibilizadas pela Integrada têm demonstrado características ideais para a safra de inverno, além de atender às demandas dos moinhos, que exigem variedades destinadas à panificação. 

“A Integrada trabalha com um catálogo de sementes priorizando o trigo da linha pão e melhorador. Todas as nossas cultivares seguem o mesmo rigor de produção, com força de glúten alta, produzindo uma farinha mais leve e uniforme”, explica o gerente de sementes Romildo Birelo. 

No catálogo de sementes da Integrada são 13 cultivares de trigo indicadas para a safra 2021/2021, produzidas pelas Unidades de Beneficiamento de Sementes em Santa Cecília do Pavão, Mauá da Serra e Londrina.  

As 3 UBS produzem em média 10 mil toneladas de sementes por safra, variando pouco de acordo com a época e a demanda. 

O produtor que optar pelo ciclo rápido poderá utilizar 3 cultivares com características bem específicas. 

O Tbio Sonic é um trigo melhorador de ciclo precoce, porte baixo, bem tolerante a doenças, como a brusone, manchas foliares e bacteriose. Possui uma espiga bem tolerante à germinação e à debulha. 

O Tbio Astro, que também é um trigo melhorador, apresenta ciclo superprecoce e indicado para médio e alto investimento. Trata-se de uma semente que produz uma planta de porte baixo e muito resistente ao acamamento. “Por ser um trigo de ciclo superprecoce, ele permite que o produtor utilize no fechamento de plantio, sem atraso da safra de verão”, explica Birelo.  

E ainda o ORS Ágile, um trigo melhorador de ciclo precoce, mais indicado para o fechamento de plantio. 

Entre as cultivares semiprecoces, a Integrada disponibiliza 7 de trigo pão ou melhorador, capazes de serem cultivadas em diferentes ambientes, com ampla adaptação, alta produtividade e resistentes a brusone, manchas, giberela, bacterioses, oídio e ferrugem da folha 

O destaque, de acordo com Birelo, fica com o Tbio Ponteiro, apesar de apresentar o maior ciclo entre as cultivares da cooperativa, cerca de 130 dias. “A grande vantagem de se utilizar esta cultivar é que o trigo irá apresentar uma alta estabilidade de produção, além da sanidade, muito acima da média”.  

Em sintonia com as demandas dos moinhos, a Integrada indica ainda duas cultivares de trigo branqueador. ORS Madrepérola, de ciclo precoce, maior resistência ao acamamento e debulha na espiga. Quando comparado a outros trigos branqueadores, se destaca pela excelente sanidade.  

O RBO 3B6 é um trigo de alta produtividade, sanidade, tolerância a oídio, ferrugem e manchas da folha, além de possuir maior resistência a brusone e giberela 

 

EXCELÊNCIA NA PRODUÇÃO DE SEMENTE 

A região de Mauá da Serra tem tradição no plantio do trigo, beneficiada pelo clima e por décadas de trabalho da assistência técnica na recuperação e manejo do solo. A Unidade de Beneficiamento de Sementes instalada na regional produz em média 80 mil sacas de 40 quilos de sementes de trigo por safra. São 50 cooperantes e uma área de 5 mil hectares certificada para a produção das cultivares.  

“Para atingir índices acima de 200 sacas por alqueire, que ocorreu durante a safra de inverno de 2020 aqui na região de Mauá, tem que utilizar sementes certificadas de alta qualidade. É isso que oferecemos aos nossos cooperados”, explica o engenheiro agrônomo Gilberto Takeo Yano. 

O vencedor do prêmio Produtividade Integrada, na categoria Trigo, é um dos primeiros produtores de sementes da região, com mais de 30 anos de conhecimento no setor. José Yamanaka conta que os cuidados com a lavoura, desde a escolha da cultivar, devem ser intensos, do início de plantio até a colheita. “Não importa se é trigo para a indústria ou para semente, o capricho é o mesmo”, afirma Yamanaka. 

Além da assessoria técnica altamente especializada, a Integrada também oferece aos cooperados vantagens para fechamento de contratos, garantindo mais segurança e rentabilidade no momento das vendas. “Nós oferecemos a permuta em aberto, tendo um preço fixado, mas se a cotação aumentar, a gente paga a diferença. É uma ferramenta importante tanto pra cooperativa como para os cooperados”, explica o gerente da regional Mauá da Serra, Wanderlei Fulan 

Para Fulan, o trigo ainda é a melhor opção a ser escolhida pelo produtor que tem as áreas de cultivo em regiões de altitude e clima propícios. “Temos tecnologia, excelência na assistência técnica, moinhos em busca do trigo de qualidade e preços que garantem a rentabilidade ao agricultor”, reforça. 

TRIGO TAMBÉM É TECNOLOGIA 

Resultado de um processo de melhoramento genético convencional, a Integrada disponibiliza aos cooperados o Tbio Capricho CL, com a Tecnologia Clearfield, tolerante ao herbicida Raptor 70 DG, facilitando o combate a ervas daninhas, principalmente o azevém 

“Muitos agricultores fazem o cultivo da gramínea para alimentação animal. Porém, em áreas de trigo, não recomendamos o plantio do azevém, considerado altamente prejudicial para a lavoura”, alerta o gerente de sementes da Integrada. 

O Tbio Capricho CL vem para facilitar o manejo das invasoras. Com ciclo médio/tardio, o trigo pão e melhorador têm sido um grande aliado do cooperado. A cultivar desenvolvida em parceria entre a Biotrigo e a Basf possibilita a retomada de áreas antes desprezadas pela alta infestação das ervas daninhas. “É uma tecnologia nova no trigo e foi disponibilizada para os nossos cooperados na safra de inverno de 2020”, aponta Romildo Birelo. 

Para a safra de inverno de 2022, a Integrada vai disponibilizar cultivares promissoras com ciclos superprecoces, que não irão ultrapassar 105 dias. São variedades trigo pão e melhorador, com tolerância a oídio, ferrugem da folha, giberela e brusone, bom comportamento em situações de veranicos, além de manter o alto teto produtivo.  

“A princípio, temos 4 cultivares com estas características para apresentar ao cooperado que pretende investir no trigo. Elas já estão em testes na nossa Unidade de Difusão de Tecnologia, em Assaí, e poderão ser utilizadas na safra de inverno do ano que vem”, disse Birelo.

Foto: Alimento foto criado por aleksandarlittlewolf - br.freepik.com




Outras notícias

  • Live Integrada - As tendências do agronegócio no Brasil e no mundo

    Live foi transmitida pelo canal do Youtube da Integrada

    Ler
  • Integrada realiza reuniões digitais pré-assembleia

    Cooperados puderam acompanhar a prestação de contas de forma online.

    Ler
  • Integrada e mais seis grandes do agro se unem na campanha "Saca do Bem"

    Movimento é em prol do Hospital do Câncer de Londrina.

    Ler
  • Agrotec 2021 - Agroexcelência: a tecnologia a serviço da produtividade

    Evento contou com participantes do Brasil e exterior, e pode ser acessado até 4 de março de 2021.

    Ler
  • Integrada realiza reuniões pré-assembleia e Assembléia Geral no formato Digital

    Reuniões estão agendadas para a semana que vem.

    Ler