Por: Cooperativa Integrada

Qui, 17 mai 2018

Integrada promove curso de gestão da propriedade

Gerenciar uma propriedade não é algo fácil, principalmente porque uma empresa a céu aberto é muito complexa. Nessa dinâmica de ter que adotar muitas decisões ao mesmo tempo, algumas vezes o agricultor acaba se perdendo na administração do seu negócio. A Integrada, com o objetivo de profissionalizar cada vez mais os seus associados, tem ministrado, em parceria com a empresa Profissionais Associados, um curso via Sescoop para gerenciamento da propriedade por meio do software (RuralPró) para jovens cooperados.

O treinamento, que faz parte do Programa Atitudes da Integrada, ajuda o agricultor a entender e trabalhar com o software que ajuda a fazer o gerenciamento de pessoas, estoques, depreciação dos equipamentos e da safra. “Queríamos uma coisa que seja útil e prática para o jovem produtor”, afirma Ana Almeida, coordenadora da área socioambiental da cooperativa.

Ana afirma que há uma preocupação da diretoria no desenvolvimento do quadro social da cooperativa que busca a excelência na administração tanto da propriedade, quanto da Integrada. Ana Almeida completa que o software permitirá que os cooperados conheçam melhor os seus custos de produção.

O professor Gumercindo Fernandes da Profissionais Associados observa que o objetivo do curso é trazer o conceito de gestão da propriedade para aqueles que estão começando na atividade, principalmente aqueles que têm maior afinidade no uso de softwares, ou seja, os jovens. Além do conceito de gestão e mercado, Fernandes afirma que o curso ajudará a promover o diálogo entre pais e filhos na condução da propriedade e até mesmo no processo de sucessão.

Nicoli Mendes, filha do cooperado João Mendes de Mauá da Serra (PR), ajuda o pai no dia a dia da lavoura. Contudo, o seu desejo é também colaborar na administração da fazenda, por isso se inscreveu no curso. Onivaldo Dante Junior, de Cambé, já ajuda na condução da propriedade, mas resolveu participar do curso para saber mais sobre as metodologias de gestão, ferramenta que irá agregar na propriedade.

O curso tem a duração de 20 horas e é dividido em três módulos. A primeira turma iniciou em abril e o encerramento da última turma ocorrerá em junho. Nesta primeira fase serão realizados cursos nas regionais Londrina, Maringá, Goioerê, Cambará e Cornélio Procópio. O software, elaborado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICCA) conta com a parceria do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de Brasília (DF).

Outras notícias

  • Pós-colheita é discutido em evento em Londrina

    Londrina tornou-se nessa semana a capital nacional do pós-colheita com a VII Conferência Brasileira de Pós-colheita (VIICBP2018) e o X Simpósio Paranaense de Pós-Colheita de Grãos. O evento, que conta com a parceria da Associação Brasileira de Pós-Colheita (Abrapós) e a Cooperativa Integrada, discute todo o processo após a colheita de grãos.

    Ler
  • Pós-colheita: Conferência Brasileira e Simpósio começam nesta terça-feira

    Abrapós e Cooperativa Integrada promovem o maior evento de pós-colheita do Brasil

    Ler
  • Guerra comercial

    Entraves comerciais entre EUA e China favorecem soja brasileira

    Ler
  • Cooperativismo cresce no interior de SP

    Santa Cruz do Rio Pardo (SP) ganha nova unidade da Integrada e expande o cooperativismo para novas regiões

    Ler
  • Segunda edição da Agrotec já está confirmada

    Colheita das variedades apresentadas no campo experimental da Integrada na primeira edição do evento apontou soluções que elevam os índices de produtividade dos cooperados

    Ler