Por: Cooperativa Integrada

Qua, 13 mar 2019

Alívio na colheita

A colheita da soja segue a caminho do fim nas áreas da Cooperativa Integrada e o resultado têm se mostrado melhor do que se esperava diante da forte estiagem que atingiu as regiões produtoras nesta safra de verão.

Para quem plantou mais cedo (setembro), como é o caso dos produtores do oeste do Paraná, a falta de chuva trouxe quebras mais acentuadas nesta safra. Já no norte paranaense e sul de São Paulo, áreas que também contam com a presença da Cooperativa Integrada, os prejuízos contabilizados pelos produtores têm sido pontuais, segundo avalia Márcio Zanatta, engenheiro agrônomo da Integrada em Londrina.

Tirando as semeaduras antecipadas e as lavouras que sofreram com as altas temperaturas no mês de janeiro, que ocasionou a alta mortalidade de plantas, bons resultados têm aparecido, segundo relata o agrônomo.

No geral, avalia Márcio, as áreas que foram plantadas a partir do dia 15 de outubro estão com uma produção muito boa. “A quebra existe, mas não é comparável com a do oeste”, afirma Zanatta. Segundo ele, o cultivo de determinadas variedades RR ajudou as lavouras da região de Londrina a suportar um pouco mais o clima adverso.

Mesmo com a seca no período de desenvolvimento da soja e as chuvas que têm ocorrido durante a colheita, o produtor Ricardo Amano de Londrina afirma que os resultados da colheita têm se mostrado satisfatórios. “Fizemos o plantio a partir do dia 15 de outubro, então a quebra não foi tão grande assim em relação aos que plantaram no final de setembro”, observa o agricultor. A média de produtividade tem girado em torno de 150 sacas de soja por alqueire.

Em áreas mais afetadas pelo clima, se falam em produtividades abaixo de 60 sacas por alqueire. De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), somente o Paraná deve ter uma redução de 15% na produção de soja nesta safra, devendo produzir 16,35 milhões de toneladas, contra 19,18 milhões de toneladas referente ao ciclo 2017/18.

Recebimento

Algumas regionais da Integrada têm alcançado altos índices de recebimento. Muitas já superaram a marca de 1 milhão de sacas, a exemplo da região de Goioerê, que recebeu até o momento mais de 1,6 milhão de sacas. A regional Bandeirantes também ultrapassou a marca de 1 milhão de sacas. Outras regionais também já alcançaram a marca, sendo que isso se deve ao esforço e dedicação dos cooperados e colaboradores da Integrada.

Outras notícias

  • Integrada se consolida como a 6° maior cooperativa do Sul do Brasil

    Ranking do Valor 1000 apresenta as maiores empresas do País. Cooperativa londrinense conquistou duas posições

    Ler
  • Um cenário quase perfeito

    Alta produção nas commodities e preços aquecidos projetam aquecimento no agronegócio brasileiro

    Ler
  • Mapa ambiental no agronegócio

    Supervisor da Embrapa Tecnologia apresenta pontos positivos em relação à produção agrícola e o meio ambiente

    Ler
  • Integrada recebe certificação Great Place to Work

    A cooperativa foi certificada nacionalmente como um excelente lugar para se trabalhar

    Ler
  • O clima e a safra

    Clima ajuda os produtores na colheita do milho

    Ler