Por: Cooperativa Integrada

Seg, 18 mai 2020

Time do asfalto

O ir e voltar de um lugar para o outro em tempos de pandemia é uma tarefa corajosa que os caminhoneiros têm enfrentado desde o início da disseminação do coronavírus. A categoria continua em plena atividade, para que os produtos essenciais cheguem aos supermercados, farmácias, hospitais e lares de todo o mundo.

Para a Integrada, o trabalho dos transportadores é fundamental para escoar a produção dos mais de 10 mil cooperados do Paraná e São Paulo, para entrepostos e portos. Além de colaborar com a distribuição dos itens produzidos pela agroindústria, necessários às lavouras, à mesa das famílias e à nutrição animal. Itacir Nardino Junior, coordenador de logística da Integrada, explica que, além de movimentar o agronegócio por meio da logística de distribuição, o trabalho dos profissionais de transporte cria uma importante rede para a economia, garantindo o sustento de muitas famílias, sejam elas dos próprios caminhoneiros, agentes de transporte, transportadoras, entre outras.

Com relação à pandemia, Nardino Junior afirma que o departamento de logística da Integrada orientou todas as transportadoras que prestam serviço para a cooperativa sobre a importância e a obrigatoriedade do uso de máscaras por parte dos colaboradores das transportadoras e dos motoristas. “Com o apoio de todas as regionais, essa prática se tornou regra e a ideia foi comprada pelas transportadoras e motoristas”, observa o gerente.

Além disso, outras normativas também foram inseridas no protocolo de segurança da cooperativa como: não formar aglomerações, lavar as mãos e/ou utilizar de álcool em gel, entre outras ações. Durante o processo de embarque, exemplifica Nardino Junior, o motorista é orientado a não descer do caminhão. Todas essas medidas foram adotadas para prevenir e combater o Coronavírus, além de preservar a vida das pessoas.

Movimento

A alta movimentação da produção, devido ao recorde da safra de soja (2019/20), tem agitado os entrepostos da cooperativa. O coordenador Nardino Junior afirma que, nos picos de produtividade, a demanda por transportes aumenta consideravelmente. O serviço é solicitado para locomoção da produção entre as unidades, o atendimento das vendas de cereais e, também, escoamento para os mercados interno e externo.

As maiores demandas do departamento de logística da Integrada é realizar o transporte dos produtos comercializados pelo departamento comercial da cooperativa. Tudo isso com o compromisso da entrega dentro do prazo estabelecido pelos clientes e, sempre, com os devidos cuidados com a saúde de todos envolvidos no processo.

Outras notícias

  • Câmbio segura soja brasileira

    Segunda Live no Youtube da Integrada aborda os mercados de commodities durante a pandemia

    Ler
  • Seleção da safra 2020/21

    Novas tecnologias de alto potencial produtivo devem se firmar na próxima sa

    Ler
  • Colhendo resultados

    Em parceria com a Integrada, cooperados de Ubiratã (PR) registram recorde de produtividade no programa Colher Mais da TIMAC

    Ler
  • Time do asfalto

    Setor de transporte tem sido essencial para o bom funcionamento da Integrada neste período de pandemia

    Ler
  • Controle de percevejos

    Live da Ihara debate o controle da praga em parceria com a Integrada; pesquisador da Fundação MS fala sobre a importância do monitoramento

    Ler